sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Existencialismo na operadora de TV.

Cancelo meus compromissos e passo a tarde aguardando um técnico da tevê a cabo, cuja visita seria feita entre 13h e 17h. Às 18h, como ninguém apareceu, ligo na operadora para perguntar sobre a ausência. A atendente diz que a visita foi reagendada e que o técnico não virá hoje.

-Por que o técnico não virá hoje?
-Não há registro dessa informação, senhora. A visita foi reagendada.
-Quem reagendou?
-Não há registro, senhora.
-Para quando foi reagendada?
-Para dia 9/12.
-E eu terei de aguardar até lá sem nenhuma justificativa?
-Sim, senhora. Não há registro.
-Essa é a resposta?
-Não há resposta, senhora.