terça-feira, 11 de novembro de 2014

A direção das listras não muda conforme o afago.

Uma vizinha em meus dias de infância tinha um presa canário. Apesar da imponência, o cão era dócil, diziam: minha gata dormia em cima, roubava a comida e arranhava a orelha dele, sem receber em troca sequer um grunhido. A dona louvava o fato de um cão forte, de aparência intimidadora, ser tão amável e obediente a ordens. Até o dia em que ele quase decepou a mão dela.  

*

"Nossa, mas você nunca foi assim", ele disse.

*

A primeira atitude do zoológico de Cascavel após um de seus tigres decepar o braço de um menino foi propor o sacrifício do felino, procedimento padrão quando animais domésticos ou de cativeiro atacam humanos, revelando assim sua origem selvagem e insubordinada.

*

Fui fotografar, o passarinho voou.