quinta-feira, 8 de setembro de 2011

"O lar é um lugar misterioso."

Às voltas com a tradução de um documentário sobre Marguerite Duras, achei este trecho tão bonito (dentre tantos outros) que gostaria de compartilhar:

"É possível olhar para uma casa como um lugar de refúgio, de tranquilidade, onde está a família, a segurança, o calor da lareira etc. Numa casa há também o horror da família impresso, o desejo de fugir, todos os pensamentos suicidas. É uma soma. É estranho: as pessoas geralmente voltam para casa para morrer. Elas preferem morrer em casa. Quando há qualquer tipo de depressão, voltam para casa. O lar é um lugar misterioso." [Extraído do documentário Marguerite, telle qu'en elle-même, 2003, dir.: Dominique Auvray]